| out , 16 , 2019

Crivella anuncia investimento de R$ 400 milhões em infraestrutura e conservação



Programa PavimentaRio, que inicia com recuperação de 150 km de asfalto, é o primeiro passo das melhorias que serão feitas pela Prefeitura em calçadas, ruas e avenidas  

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta segunda-feira, 14 de outubro, um investimento de R$ 400 milhões em obras de infraestrutura (R$ 100 milhões) e conservação (R$ 300 milhões) na cidade. A iniciativa que vai abrir o programa é o PavimentaRio, de recuperação de mais de 150 km de asfalto em ruas e avenidas e que foi iniciado nesta segunda com uma ação de revestimento asfáltico no Aterro do Flamengo. A partir desta semana, será a vez de a orla carioca receber as equipes da prefeitura. Vias em pior estado passarão por fresagem e recapeamento total.

– Depois de quase três anos de luta para pagar as contas da Prefeitura, e até semana passada pagamos R$ 4,8 bilhões de dívidas por ocasião das grandes obras e das Olimpíadas, conseguimos, com muita austeridade, corte de despesas e sacrifício, reservar R$ 400 milhões para um grande plano de infraestrutura e conservação da nossa cidade. Vamos atacar com muito empenho a parte de asfalto, de afundamentos de galerias pluviais e também cuidar de coleta de esgoto onde cabe ao município. Esse investimento de R$ 400 milhões é algo que o Rio não via há muitos anos, mesmo na época em que tínhamos prosperidade e bom nível de emprego. Vamos cuidar desde o Aterro do Flamengo, orla da Zona Sul até o Pontal. Vamos fazer revestimento asfáltico para preparar essas áreas todas para as grandes chuvas que virão. Nas zonas Norte e Oeste e parte do Centro vamos fazer fresagem, tapa-buraco e depois recapear com asfalto. Isso vai fazer grande diferença na infraestrutura e na conservação da nossa cidade – explicou o prefeito.

O PavimentaRio terá duração de nove meses e investimento de R$ 100 milhões, dos R$ 300 milhões destinados à conservação. É o primeiro grande projeto da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Habitação e Conservação, após a junção das pastas, no início de outubro. Outros R$ 300 milhões serão investidos pela Prefeitura até o fim da gestão em mais obras de conservação e infraestrutura.

– Quando o prefeito uniu as secretarias, a ideia era justamente juntar as ações de infraestrutura e conservação, com a mesma qualidade e realizadas simultaneamente. Somente este ano a central 1746 recebeu mais de 36 mil solicitações de pavimentação. Quarenta mil buracos serão tapados, 8 mil afundamentos e vazamentos serão recuperados. E as ações serão feitas utilizando a matéria-prima das quatro usinas de asfalto próprias da cidade, no Caju, em Jacarepaguá, Campo Grande e Santa Cruz, que produziam oito mil toneladas de asfalto por mês e passarão a fazer 40 mil – explicou o secretário Municipal de Infraestrutura, Habitação e Conservação, Sebastião Bruno.

A ação começa nesta semana em toda a orla carioca, do Aeroporto Santos Dumont, na região central da cidade, ao Pontal, no Recreio, Zona Oeste, seguindo depois para outras áreas. As demandas foram tiradas de solicitações recebidas pela Central de Atendimento 1746 e de rondas de técnicos da secretaria pelos bairros.

– Pedimos aos cariocas um pouco de paciência neste período de obras, por conta das dificuldades no trânsito que serão eventualmente causadas. Muitos vão perguntar por que a prefeitura não está fazendo as intervenções de madrugada, mas precisamos do sol para que haja uma rápida secagem do material – explicou Crivella.

De janeiro à primeira semana de outubro deste ano, a Central recebeu 36.130 demandas de recuperação de asfalto. Os bairros com maior número de pedidos ficam na Zona Oeste: Campo Grande, Realengo, Santa Cruz e Bangu somam 9.219 solicitações. O PavimentaRio, no entanto, atuará além dessas áreas de maior concentração de demandas e vai se estender pelas zonas Oeste, Norte, Sul e Centro.

Ações previstas no programa:

 

•        tapar 40 mil buracos (8 mil afundamentos / vazamentos);
•        recapear vias em toda a cidade;
•        recuperar e implantar 50 mil metros quadrados de passeios públicos com calçadas totalmente acessíveis;
•        desobstruir bueiros;
•        consertar galerias de águas pluviais e vazamentos.
A nova secretaria
Desde 3 de outubro, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação passou a agregar a estrutura da antiga Secretaria de Conservação – agora uma subsecretaria da pasta.  A decisão foi para unir em uma mesma estrutura ações de infraestrutura, conservação e manutenção da cidade. Com isso, o objetivo é agilizar a resposta e melhorar a prestação de serviço à população, com a união do gerenciamento das políticas públicas.
Exemplos de ruas que passarão por obras:

AP2
Rua da Glória / Rua Campos Sales / Rua Bolivar / Rua do Bispo / Rua Conde de Baependi / Rua General Roca / Rua Mario Ribeiro / Rua Rodrigo Otaviano / Rua Miguel Lemos / Rua Gurupi / Rua Padre Leonel Franca / Rua Ibituruna / Estrada da Gávea / Rua Mariz e Barros.
AP3
Rua Barão do Bom Retiro / Rua Pref. Olímpio de Melo / Avenida Pastor Martin Luther King (trecho) / Av. Dom Hélder Câmara / Rua São Luiz Gonzaga / Estrada da Bica / Rua Arthur Araripe / Rua Coração de Maria / Avenida Paranapuã / Rua Ana Neri / Rua Getúlio / Estrada do Galeão / Rua Bela / Rua Piauí / Av. dos Democráticos / Rua Figueira de Melo / Rua Carolina Santos / Rua Leopoldo Bulhões / Rua Clarimundo de Melo / Rua 24 de maio / Rua Uranos.
AP 4 e 5
Av. Eng. Souza Filho / Rua Silva Cardoso / Est. dos Sete Riachos / Avenida Menezes Cortes / Av. Sulamérica / Est. de Realengo / Estrada de Jacarepaguá / Rua Rio da Prata / Rua do Governo / Rua Edgard Werneck / Rua Gunda / Rua Limites / Rua Boiobi / Rua Guandu do Sena / Est. do Tinguí / Rua Marmiari / Est. da Carobinha / Est. do Guando do Sapê / Rua Victor Brecheret / Est. de Sepetiba / Avenida Engenheiro Souza Filho / Est. de Urucânia / Est. de Inhoaíba / Avenida Menezes Cortes / Est. de Paciência / Est. da Pedra / Estrada de Jacarepaguá / Av. Cesário de Melo / Est. do Piaí / Rua Edgard Werneck / Estrada do Lameirão / Rua Boiobi / Est. Intendente Magalhães / Est. do Mendanha (Trecho) / Rua Marmiari / Av. Albérico Diniz.


%d blogueiros gostam disto: