| jan , 10 , 2020

Conselheiros Tutelares tomam posse no Palácio da Cidade



O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, juntamente com o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, João Mendes de Jesus, deram posse, hoje, a 190 conselheiros tutelares eleitos pelo povo para mandato de três anos (2020/2023). São 95 titulares e 95 suplentes, distribuídos pelos 19 Conselhos Tutelares do município.

“Tenho certeza de que nossas crianças e adolescentes terão seu futuro, esperanças e sonhos guardados e velados, de maneira muito cuidadosa, por homens e mulheres escolhidos por nosso povo” – diz Marcelo Crivella, durante a cerimônia.

Para João Mendes de Jesus, a eleição realizada em conjunto com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) teve mérito da população, que ampliou os níveis de participação democrática de 48 mil votantes, em 2016, para 107 mil eleitores em 2019, e que, além de uma maior conscientização cívica, houve o aumento do número de urnas, contando com 436 urnas em 171 postos de votação, em 2016, sendo que o atual pleito alcançou a marca de 1.143 urnas instaladas em 236 postos de votação.

“Para atender a essa excepcional ampliação, a Prefeitura mobilizou 5.373 servidores para atendimento direto, incluindo 810 guardas municipais para prover a segurança patrimonial” — afirma João Mendes agradecendo a todos os órgãos, assim como o Ministério Público do Rio de Janeiro e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ).

O secretário ressaltou ainda que o Conselho Tutelar exerce função imprescindível enquanto órgão encarregado de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, ocupando assim o papel estratégico na defesa e garantia de direitos.

Quésia Betânia Almeida, subsecretária de Direitos Humanos, disse que hoje é um dia de muita alegria para toda equipe da Prefeitura do Rio, pois está propiciando mais um ato de democracia, onde houve uma eleição complexa, porém inovadora.

“Dobramos o número de eleitores, principalmente pelo plano de divulgação que a Prefeitura executou. Aumentamos a infraestrutura e recursos humanos para atuar na eleição. E hoje estamos podendo garantir a posse unificada nacionalmente, cumprindo hoje a última etapa desse processo eleitoral” — enfatiza a subsecretária.

A juíza titular da 2ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Glória Heloísa da Silva, também esteve no evento. “Tenham em mente a responsabilidade que terão a partir de agora. Temos uma missão, como cidadãos, de contribuir com a proteção integral e prioritária de nossas crianças e de nossos adolescentes – afirma.

Em defesa das Crianças e dos Adolescentes — Reinaldo Neves, de 28 anos, advogado, foi eleito com 568 votos, na área de Madureira, e falou da sua motivação em se candidatar:

“A maior motivação é a defesa dos direitos da Criança e do Adolescente. Certamente é um grande desafio, especialmente pela sociedade complexa que vivemos hoje. Isso já tinha me alertado desde a faculdade, desde a formação. Especialmente na minha comunidade, porque é importante a sociedade se engajar, se envolver na proteção e zeladoria dos Direitos da Criança e do Adolescente” — diz o mais novo conselheiro.

Alexsandra Gomes, conhecida como “Tia Xuxu”, de 46 anos, eleita pela terceira vez, com 743 votos na região de Campo Grande, relatou como tem sido seu trabalho ao longo da sua trajetória:

“Nesses anos todos foram diversas dificuldades, mas muitas vitórias, muitos direitos garantidos durante esse tempo. Zelamos pelas crianças, adolescente e pela família também” — afirma Alexsandra relatando sobre o caso de um menino autista que era mantido em cárcere privado pelo pai, sendo que ele também tinha problemas mentais. Tia Xuxu teve de buscar ajuda de policiais, bombeiros e promotoria, até conseguir achar a mãe e entregar o menino para ela cuidar.

Também estiveram presentes à cerimônia de posse dos conselheiros, Carla Marize Augusta da Silva, Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente; Glória Heloísa da Silva, juíza titular da 2ª Vara da Infância, da Juventude e Idoso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e Coordenadora das Varas da Infância; a Secretária de Educação Talma Romero Suane; a Comandante da Guarda Municipal do Rio de Janeiro, Tatiana Mendes; Lúcia Glioche, Juíza de Execução de Medidas Socioeducatias; Allyne Giannini, Promotora de Justiça e Subcoordenadora do Centro de Apoio dos Promotores de Infância e Juventude; Eufrásia Souza, Defensora Pública do Estado do Rio de Janeiro; além de representantes da OAB-RJ.

A promotora Rosana Barbosa Cipriano Simão não pode participar do evento, mas foi lembrada pelo cerimonial por seu importante trabalho à frente da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e Juventude da Capital.



%d blogueiros gostam disto: