| jul , 26 , 2019

Crianças da 7ª CASDH brilham nos gramados das Laranjeiras



Estádio do Fluminense foi palco de ação social em parceria com CBF e a Conmebol.

Cerca de 200 meninos e meninas, entre 9 e 13 anos de idade, oriundas de projetos sociais, participaram do Festival de Futebol Evolución Conmebol, no Estádio do Fluminense Football Club, que tem por objetivo deixar um legado da Copa América no Rio de Janeiro, que é chamada de Cidade Anfitriã, na Copa América.

Uma das ideias centrais do festival é ensinar para crianças sobre os dez países da América do Sul e valores como coragem, determinação, foco, força, união, compromisso e raça.

Alejandro Domínguez, presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol, CONMEBOL, diz que haverá mais investimento no futebol: “Acho que o investimento no futebol de base é muito importante, não só para qualidade do futebol sul-americano, mas pela consciência e educação que isso traz para os meninos e meninas. Promover os valores do esporte, um esporte que a gente ama. Nós, da Conmebol, estamos investindo U$ 1,1 milhão por país. Um investimento que vai dar certo no futuro. Para que as crianças consigam participar e promover o futebol, tendo os melhores jogadores da Sul América.

Walter Feldman, secretário-geral da CBF, fala que se sente muito bem abrigado estando no Fluminense, aos pés do Cristo Redentor e da alegria deste encontro: “É uma alegria ter a possibilidade de trazer aqui as crianças para este encontro, este festival esportivo, onde nós sempre utilizamos recursos que hoje são destinados pela Conmebol, por meio do seu programa “Evolución”, que é um programa de desenvolvimento do futebol para construir cidadãos e para construir craques mais preparados pra enfrentar a vida. Não estamos ensinando apenas habilidades técnicas, mas as habilidades da vida. Nós temos um conselho, através da CBF Social, e temos discutido muito com a Fifa e a Conmebol na linha de o futebol ser um instrumento de educação e preparação para a vida. Ser craque no campo e craque na vida” – disse Feldman ressaltando que essa é a linha de trabalho que está sendo feita hoje.

Kauany Gabrielly Barbosa tem 12 anos e joga futebol desde os três anos de idade. “Vim jogar bola e mostrar meu talento. Eu nunca pensei que fosse acontecer isso. Eu estou feliz. Eu consegui jogar num campo desse jeito, pela primeira vez. Eu nem sonhava em chegar até aqui. Eu nunca vi um campo assim, tão de perto, nunca pisei em um assim” – afirma a menina, emocionada, lembrando também da visita guiada ao clube, se referindo à sala de troféus.

A Coordenadoria da 7ª CASDH, que deu início a uma parceria junto com o Fluminense Football Club, levou 30 crianças, de 9 a 17 anos, do Serviço de Convivência do CRAS Machado de Assis. Elas participaram do evento e jogaram bola, sendo observados por olheiros de clubes, que buscavam o talento das crianças.

Joelma Ferreira, Coordenadora da 7ª CRASDH, falou da parceria com o Fluminense: “É um clube que defende a diversidade, acolhe a todos sem distinção e que encontra na responsabilidade social, um caminho de contribuir para a construção de um mundo melhor. Um gol de parceria” – enfatiza a coordenadora.

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, informou que esta parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro já tem tempo, mas que agora ela crescerá de maneira especial: “O Fluminense é um clube engajado com as causas sociais. Nós já fazemos um trabalho de assistência social no entorno do CT do clube, na Barra da Tijuca, em parceria com a Prefeitura do Rio. Agora criamos uma Vice-Presidência de Ações Sociais e Governamentais, e é uma vice presidência, que vai intensificar ainda mais esses projetos sociais. O Fluminense foi escolhido pra que esse trabalho fosse feito, por conta trabalho social que desenvolvemos” – explica Mário.

Quem também esteve presente no evento da CONMEBOL foi o ex jogador Juninho Paulista, craque campeão do Mundo pela Seleção Brasileira, em 2002, que conversou com as crianças, e claro, bateu bola com elas no gramado do estádio das Laranjeiras.

O Festival da Conmebol já aconteceu em grandes estádios brasileiros, como Arena do Grêmio, Beira-Rio, Pacaembu, Castelão e Mané Garrincha.

Galeria de Fotos:

 



%d blogueiros gostam disto: