Publicado em: 12/ jan/ 2021

Prefeito assina os primeiros contratos do Sistema de Transporte Público Local

“Com a implantação do Sistema de Transportes Público Urbano Local(STPL) o Prefeito Eduardo Paes da um passo significativo para a consolidação até 2013, da mobilidade urbana na cidade do Rio de Janeiro. Certamente um dos atos mais importantes do prefeito, com o apoio da Camara Municipal dos Vereadores, afirma João Mendes de Jesus.”

 O prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, assinaram na manhã desta quinta-feira, dia 22, as primeiras permissões individuais para o serviço de transporte complementar na Zona Oeste. Até janeiro, serão firmados 400 contratos com os futuros operadores do Sistema de Transporte Público Urbano Local (STPL) e começam a circular 63 linhas que fazem parte dos 13 lotes já licitados na região.

Em cerimônia realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo, o prefeito Eduardo Paes disse que o STPL muda a realidade do transporte na cidade:

– Esse é o primeiro passo. Muitos passos ainda serão dados para que esse sistema possa ser organizado. Tomamos a decisão de fazer a permissão através de um processo licitatório individual para cada um dos operadores e esperamos que eles se entendam, não mais como transporte alternativo, mas como um sistema de transporte público local e, dessa forma, respeitem as regras. Isso é fundamental para servir bem a população e para avançarmos nesse sistema.

O novo serviço terá a tarifa modal de R$ 2,50 com integração do Bilhete Único Carioca, permitindo aos usuários fazer duas viagens num período de duas horas ao custo de apenas uma passagem. A proposta é criar uma rede integrada alimentadora de outros meios de transporte e promover os deslocamentos de âmbito local aos polos geradores de viagens dos usuários, tais como centros comerciais, escolas, hospitais e áreas de lazer.

O secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, disse que essas primeiras permissões beneficiarão os bairros de Bangu, Campo Grande, Santa Cruz e Guaratiba, e explicou como funcionará o STPL:

– Todos esses bairros serão atendidos pelo Transporte Público Local conforme o mapeamento que já fizemos das linhas necessárias. Todas as linhas serão intrabairros. Elas operarão dentro desses bairros, levando, por exemplo, os bairros do entorno de Bangu ao centro de Bangu. Elas vão se integrar ao sistema de maior capacidade que são os ônibus, os BRT’s, os trens, através do Bilhete Único Carioca.

Com o STPL, a Prefeitura do Rio regulamenta o chamado transporte alternativo a partir de critérios que permitirão a criação de uma rede de linhas capaz de proporcionar acessibilidade e condições adequadas de modalidade à população e de operar em uma rede cada vez mais abrangente e integrada física e tarifariamente, com regularidade, confiabilidade, conforto e modicidade tarifária.

De acordo com Sansão, os operadores terão o prazo de um ano para se adequarem às regras do STPL:

– Assim que começarmos as operações no início do ano de 2012, eles terão um prazo para adaptar seus veículos atuais, com uma identidade visual e com um validador do Bilhete Único. Mas, desde o início, eles começam a operar segundo as regras dos contratos que estamos assinando com eles hoje. Ou seja, linhas regulares, capacidade máxima do veículo e idade máxima do veículo. Enfim, todos os quesitos de segurança e licenciamento que eles têm que ter. Vamos fazer com que eles tenham uma identificação visual, além de um selo de licenciamento, tornando eles diferentes por ser agora um Sistema de Transporte Público Local e não mais o transporte complementar.

O motorista do STPL de Bangu, Walace Varanda, está bastante confiante com esta nova mudança no transporte da Zona Oeste:

– Vai ser uma mudança muito grande, não só para os condutores, como também para a cidade do Rio de Janeiro e para a Zona Oeste. Vamos trabalhar de sub-bairro para bairro, alimentando todo esse processo. Isso vai gerar dentro do nosso próprio bairro melhores condições financeiras. Foram tantos anos de luta e hoje nós alcançamos o que queríamos para transporte alternativo.

No Diário Oficial do Município de hoje, a prefeitura publica novos editais para lotes na Zona Norte da cidade, que terão novos contratos de operadores assinados. Os demais lotes da região e da Zona Sul serão licitados em breve.

Fonte: http://www.rio.rj.gov.br/ / Autor: Texto: Anna Beatriz Cunha / Fotos: Beth Santos