Publicado em: 12/ jan/ 2021

Vereador João Mendes de Jesus visita o Centro Cultural José Bonifácio e diz que a história dos negros é importante

O vereador João Mendes de Jesus (PRB) visitou o Centro Cultural Municipal José Bonifácio, instituição que guarda a memória, realiza pesquisas e preserva a documentação e a cultura dos povos africanos que vieram para o Brasil na condição de escravos.

O Centro fica localizado na Rua Pedro Ernesto nº 80, na Gamboa, bairro da zona portuária carioca. O prédio de arquitetura renascentista foi construído a mando de Dom Pedro II e foi a primeira escola pública da América Latina inaugurada em 1877. Atualmente, o imóvel, que é tombado, está em reforma e será um centro de referência da cultura e da história afro-brasileiras.

O nome do Centro é devido à homenagem ao patriarca da Independência, José Bonifácio, considerado um dos pais da Pátria brasileira. O palacete histórico tem esculturas de inspiração africana e suas instalações recebem nomes de personalidades negras proeminentes.

O Centro tem ainda um acervo com inúmeros títulos sobre as tradições, a cultura e a história dos negros, além de, no futuro, criar atividades de oficinas exemplificadas em exposições, espetáculos, cursos, além do contar com galerias, salas de teatro e dança, auditório e um espaço aberto para eventos com capacidade para 300 pessoas.

 “Considero este espaço incrível por se tratar de um prédio palacete histórico e que vai abrigar parte da história dos negros brasileiros que vieram da África na condição de escravos. O Centro José Bonifácio resgata a nossa história, que é pouco contada nos livros oficiais. Eu sou um cidadão negro, brasileiro… Poucas vezes tive a oportunidade de me deparar com a história dos afro-brasileiros, dos meus ancestrais. Parabenizo a todos que estão a lutar pela visibilidade de parcela tão importante da nossa sociedade, que são os brasileiros negros” — afirma João Mendes de Jesus.

Assessoria de Imprensa do Gabinete Parlamentar do Vereador João Mendes de Jesus (PRB/RJ)